equipe.

 

 
Trapézio Produções Culturais, idealizadora e produtora

 

A Trapézio Produções Culturais nasceu no final de 2008 visando a criação, pesquisa e educação audiovisual. Os sócios Camila Tarifa, Otávio Pacheco, Rafael Copel e Victor Fisch são os trapezistas que, juntos, acreditaram poder contribuir para o cenário audiovisual da capital paulista.

 

Ao longo dos anos, a Trapézio consolidou um portfólio diversificado. Além curtas-metragens de ficção premiados e exibidos em festivais nacionais e internacionais, curtas documentais, uma websérie, vídeo-artes e vídeos institucionais, desde 2015, produz o Cinefest Gato Preto e, em 2019, parte para a segunda edição do Festival Soy Loco por Ti Juquery.

 

A relação com Franco da Rocha começou em 2013, quando a produtora fez a primeira oficina de audiovisual na cidade. Desde então, segue ministrando cursos e oficinas audiovisuais na Região Metropolitana de São Paulo e no Vale do Paraíba em parceria com a POIESIS e as Oficinas Culturais da Secretaria do Estado de São Paulo. Em 2017, foi filmado na cidade o curta Menina Seta, de Camila Tarifa, com atores locais.


Victor Fisch, criador e diretor artístico

 

Victor Fisch é formado em Cinema (FAAP-SP) e possui mestrado em Roteiro (EICTV-Cuba). É roteirista, montador, diretor, professor, curador e produtor de eventos culturais.

 

Desde 2015, é diretor e curador do Cinefest Gato Preto, festival de curtas-metragens de Lorena, Vale do Paraíba, São Paulo. Em 2019, estreia o Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba.

 

Com seu curta Onde você vai? (2010), no qual assina a direção, o roteiro e a montagem, foi premiado no 22º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo na categoria "melhor filme de diretor estreante". Seu curta Gaiola (2018) foi premiado como melhor filme experimental no Curta Campos. Atualmente, trabalha em dois roteiros de longa-metragem, Formigas que Voam, que participou do núcleo criativo da Buriti Filmes, com Laís Bodanzky e Luiz Bolognese, e Eu Matei JK, que será dirigido por Toni Venturi.


 

Helena Forghieri, produtora executiva

Com mais de 10 anos de experiência em gestão de projetos Helena iniciou sua carreira à frente eventos de grande porte na produtora Agroselha, da qual foi sócia-fundadora. Atuou como diretora de produção executiva e coordenadora cenográfica em eventos multiculturais, como o The Creators Project, festival de artes e tecnologia da revista VICE, e eventos internacionais, como a exposição "The Little Black Jacket” da marca Chanel, que ocupou a Oca no Parque Ibirapuera em São Paulo, e a exposição multimídia "Gucci Museo, Forever Now".


Desde 2015 vem desenvolvendo projetos culturais. Além de coordenar atualmente a produção executiva do Festival Soy Loco Por Ti Juquery, do Festival Cajubi: Ruptura e Reencanto e do Projeto Acorda Amor, nos últimos anos esteve à frente de projetos como: Cinefest Gato Preto, Boca do Céu - Encontro Internacional de Contadores de Histórias, FICSU Festival Internacional de Cinema de Surf em Ubatuba, Mostra da Monarquia Popular Brasileira, Curtaflix, e da exposição "Um pouco do Nada" da artista Marcia Ribeiro.

 

 

Mateus Torres, assistente de produção

Mateus Torres é poeta, ator, artesão, gestor de eventos em formação e ativista cultural. Faz parte do Festival Soy Loco Por Ti Juquery desde sua primeira edição em 2018. Buscou na poesia uma forma de se expressar e participa ativamente nas atividades culturais de Franco da Rocha desde 2015 realizando mensalmente saraus, ações e eventos culturais. 

Clarisse Rodrigues, coordenação de comunicação

Há mais de 10 anos atua no setor cultural com ênfase em projetos audiovisuais, trabalhando com produção, elaboração de projetos, pesquisa, roteiro e comunicação. Integra a equipe da Mostra Curta Audiovisual de Campinas desde 2016, assumindo a função de coordenadora de comunicação nas duas últimas edições e é parte da equipe de comunicação do ICine – Forum de Cinema do Interior Paulista.

Formada em Ciências Sociais pela Unicamp e especialização em Processos de Criação e Produção em Cinema e TV pela Fundação Getúlio Vargas

Isabel Cristina, design gráfico

Isabel Cristina A. Giovanni, 22 anos, mulher, artista, designer, percussionista, produtora cultural. Co-fundadora e integrante do Coletivo Sete na Linha, co-fundadora e realizadora do Sarau Estação Poesia. Atuante no cenário artístico/cultural da cidade de Franco da Rocha - SP desde 2014.

Logo_trapezio_preto (1).png