Nailton: Artista e cidade

Classificação Indicativa

Livre

Data

Horário

Local

09/09/22

13h00 - 18h00

Área externa MAOC - Museu de Arte Osório Cesar

Artes visuais

Sinopse

Entre a arte, a saúde mental e a cidade, Nailton Silva Fernandes apresenta obras formadas por desenhos em papel e esculturas a partir da reutilização de materiais como papelão, fitas adesivas e Etileno Acetato de Vinila (EVA) em instalações na Varanda do Museu de Arte Osório Cesar (MAOC) e seu entorno, formado pelo Jardim e Setor Educativo, em diálogo com a área do Teatro de Arena Ubirajara Ferreira Braga e o Bosque Joaquim Pinto de Oliveira - Tebas do Parque Municipal Benedito Bueno de Morais.
Nailton é um artista contemporâneo livre que frequenta e transita pelos equipamentos municipais de cultura e saúde mental de Franco da Rocha, sem nunca ter passado por uma internação psiquiátrica. Adentra o Juquery como artista, partindo da sua relação com a cidade para apresentar suas criações artísticas. A exposição está em diálogo com a Mostra de Curtas-Metragens na Sala de Vídeo do MAOC, que apresenta o fotofilme “À muitas mãos” (2022), editado e dirigido por Elielton Ribeiro a partir de uma pesquisa artística e curatorial que inclui fotografias de obras de Nailton, retratos do artista e áudios dos dois artistas sobre os processos de criação que resultaram na obra audiovisual.
A vetorização destas fotografias de obras é parte do processo de criação da identidade visual do 5° Soy Loco Por Ti Juquery com linhas, traços e cores das composições do artista Nailton.

Minibio Artistas

Nailton

Nailton Silva Fernandes é um artista contemporâneo livre que frequenta e transita pelos equipamentos municipais de cultura e de saúde mental de Franco da Rocha, sem nunca ter passado por uma internação psiquiátrica. Adentra o Juquery como artista, partindo da sua relação com a cidade, para apresentar suas criações artísticas.

Natural de Camacan, Bahia, Nailton tem Franco da Rocha como seu local de morada e convívio há bastante tempo. Desde 2015 frequenta as atividades culturais da Prefeitura e participa ativamente das oficinas, tendo estudado e praticado desde desenho a abordado. Transita de forma livre pelas aulas, incorporando as suas observações em seu universo de criação, permeado por mãos: ora no lugar da cabeça, com olhos, nariz e boca, ora como parte central do corpo, com dedos que se tornam pernas e braços. Outra característica marcante de suas obras é a presença de cores primárias, como o vermelho.

Temos o prazer de trazer desenhos do artista franco-rochense ilustrando a identidade visual da nossa 5ª edição. Sempre presente no Festival, na última edição participou da ação Conexão Franco-Coréia - disponível em nosso canal no youtube - compartilhando um pouco de sua história e criações juntamente ao artista franco-rochense Satílio e a artista sul-coreana Eun-hye Jung.

Ficha técnica