mail art: correspondências

de um tempo.

Por Edmar Almeida + colaboradores

A obra em xilogravura “O tempo passa como uma flecha que move sem se notar”, é transformada em cartões postais, não se limita no campo espacial da torre do relógio do Juquery, mas à lugares onde Edmar Almeida passou nestes últimos anos de pesquisas e imersões. Esta imagem foi gravada em conjuntos de 4 matrizes de xilogravura, sulcadas em madeiras, formando uma espécie de carimbo, que posteriormente foram embebidas de tintas, transferindo suas estampas para o papel; cada cor é uma matriz, que por meio de registros e encaixes, resultam a épica imagem do relógio do Juquery. Para o artista o resultado não se limita às derivas pelo hospital, mas a posição de seu olhar à macro grafias que escondem por lá, como as mariposas, simbologia presente na obra, que desperta elos e indicativos de uma contextualização plástica do próprio artista.

 

Abordagens e caminhadas são representadas nesta obra, que ganha um peso maior para a 3ª Edição do Festival Soy loco por ti Juquery, cuja sinfonia instiga a refletir sobre atual contexto que a pandemia causou para a humanidade, que vivem hoje em isolamento social, assim assemelha à que muitos pacientes que passaram e estão no Juquery em isolamento do mundo pois, essas pessoas sabem o peso e a contínua vida destes estados de isolamentos. Para o artista essa relação imposta neste trabalho é trazer o lado fraternal das relações sociais presenciais, abaladas pelo atual momento vivemos, além de pensarmos o Juquery como abertura de um tempo, assim como a obra em xilogravura que foi transformada em cartão postal e endereçadas para casas de moradores francorochenses, a ação provoca o remetente a enviar informações, repensando as relações humanas atuais, fronteiras e naturezas, liberdades e vigilâncias, conectando essas narrativas. Os postais criam escritas e conectividades colaborativas com o Juquery e a cidade.

 

Por dentro da abordagem, foram entregues 16 cartões postais para pessoas que tiveram suas vidas atravessadas pela história do Juquery, onde foram selecionadas por meio de uma convocatória aberta e para além, disparamos 1000 (mil) unidades de cartões postais em endereços aleatórios por diversos bairros da cidade de Franco da Rocha. As pessoas são convidadas a escrever histórias, acontecimentos, curiosidades e vivências com o Juquery, assim através da colaboratividade a obra torna-se expansiva e gráfica das informações trazidas pela cidade.

Seja um agente deste tempo:


1- Escreva no verso deste postal suas relações afetivas com o Juquery, (instituição ou cidade) histórias e vivências.

 

2- Use as redes sociais para difundir suas ideias, marcando a hashtag #SoyLocoemCasa durante a programação do festival de 23 de setembro à 04 de outubro de 2020.

 

Toda culminância e informações geradas pelas redes sociais, para além das 16 histórias colaborativas, já mapeadas inicialmente pelo artista Edmar Almeida e somadas às informações da hashtag nas redes sociais, serão informações e conexões para a criação da videoperformance, onde posteriormente o artista coloca seu corpo para narrar essas informações coletadas que permeiam o Juquery e a cidade, trazendo relatividades e vivências pessoais das pessoas envolvidas direta ou indiretamente neste processo. O trabalho será exibido no dia 04 de outubro (ver programação).

Colaboradores que participaram diretamente desta obra por meio de seleção e
convocatória:


Agda Aparecida dos Santos Ferreira
Ana Lúcia de Oliveira Moraes
Ana Amélia Paulazini dos Santos
Bruno César
Danilo Pique López Salinas
Delfina Aparecida Pereira Castro
Edna Balduino
Ednaldo Carmo
Gerlane Ferreira de Souza Silva
Karinny Paklanndd Vieira Santos
Meire Ramos
Paula Karkoski
Ranuldo farias
Renata Santos
Samara Teodozo Nunes
Silvia Sapucaia
Tania Regina de Jesus


 

Mail art: Correspondências de um tempo
Por Edmar Almeida + colaboradores


Obra desenvolvida para o 3º Soy Loco por Ti Juquery. Franco da Rocha SP. 2020
Para maiores informações: www.soylocoportijuquery.com.br/tempo
Materiais distribuídos e relacionados com a obra:
16 unidades de cartões postais impressas em formato A4.
1000 unidades de cartões postais impressas em formato A5.
250 unidade impressas de poster colorido A3

Edmar Almeida, é licenciado em Arte e pós-graduado em processos artísticos pela Unijales. Nasceu em Jales SP, morou em Vitória Brasil e hoje mora em Franco da Rocha na Grande SP, ele é arte-educador desde 2012 e atualmente é mentor do projeto Juquery Gráfico para o Oficinas Culturais Franco da Rocha no Complexo Hospitalar Juquery. Ele é um artista e performer com pesquisas sobre o corpo e as tessituras da matéria no mundo. Ele participou de cinco importantes residências artísticas no Brasil e duas exposições individuais. Já expôs na 1ª e 2ª América Latina Bienal da América da Gravura, e uma grande exposição de gravura na Argentina. Hoje participa do coletivo "em residência", com projetos de Residências Artísticas contempladas pelo ProaC do Secretaria de Estado da Cultura do Estado de São Paulo em Bauru.

SOY LOCO POR TI JUQUERY | TRAPÉZIO PRODUÇÕES CULTURAIS